Mágica Cerebral

Subscribe Now! Don't Miss
our next post

Mágica Cerebral – Fazendo Sua Vida Se Tornar Realidade

Resultados Rápidos e Fáceis

Quando você assiste a um mágico habilidoso trabalhando, fazendo coisas que aparentam ser impossíveis de acontecerem, parece fácil. Mas qualquer um que já praticou mágica sabe que não é. Você aprende as habilidades básicas, pratica os movimentos, até que a soma de pequenos avanços, eventualmente, fazem a grande mágica acontecer… sem esforço. Para cada verdadeiro mágico, deve haver um milhão de crianças que passam alguns minutos ou horas tentando aprender um truque, falham algumas vezes e depois desistem. Muitas pessoas sonham em fazer mágica, mas apenas aquelas que trabalham duro, por tempo suficiente, fazem o sonho se tornar realidade.

E é justamente sobre isso que trata este livro: Como criar a mágica em você mesmo que fará com que a vida que você sonhou se realize. Todos nós imaginamos como será a nossa vida, como vamos atuar em nosso mundo, como os outros nos verão, como nos sentiremos. Todos nós conhecemos pessoas que parecem ter feito desses sonhos uma realidade. Olhando de fora, é fácil acreditar que isso simplesmente aconteceu com elas: que foram mais sortudas ou receberam mais ajuda, que foi sem esforço, como um bom truque de mágica. Mas aqueles que fazem suas vidas se tornarem realidade sabem que, na verdade, tiveram que se esforçar bem mais, insistir mais tempo, abrir mão de alguns prazeres de curto prazo, tirar mais proveito das pequenas oportunidades que a vida oferece. Apenas aparentou ser como em um passe de mágica.

Contra-fluxos culturais

A tendência principal da cultura ocidental nos últimos 50 anos tem sido a de se afastar, cada vez mais, da ideia de compromisso e trabalho duro e se mover em direção a um sonho de soluções mágicas. Tudo o que tem de “errado” conosco é por causa de uma “doença” e pode ser corrigido tomando a combinação certa de comprimidos. Nós merecemos casas e carros maiores. Podemos ficar ricos pegando dinheiro emprestado e gastando. Existe um “segredo”: se apenas mentalizarmos detalhadamente o que queremos, por um certo tempo, o sonho irá se realizar. Emagrecer sem fazer dieta nem exercício físico.

As ideias de compromisso, sacrifício, trabalho duro e colaboração se perderam na fantasia consumista que nos bombardeia todos os dias, que faz parte dos programas que assistimos, dos filmes que vemos, dos sites que acessamos na internet, e da música em nossas cabeças. De imediato é melhor, todo crescimento é bom, toda mudança é progresso, você merece o que quiser, e você merece agora.

Desde a década de 1990, porém, uma contracorrente se esbarrou em algo novo para aqueles que compraram o pacote de mensagens instantâneas, de vida-melhor-através-de-comprimidos e se encontraram cada vez mais e mais distantes da vida que imaginaram. Existe um verdadeiro mágico dentro de cada um de nós: nossos cérebros.

O Cérebro e a Mente

A ciência tem mostrado cada vez mais que uma criança, que não consegue prestar atenção nas tarefas de casa, não é preguiçosa nem estúpida ou está deixando de se esforçar. Seu cérebro não é capaz de sustentar certos níveis de energia por muito tempo. Um adulto irritado, estressado e ansioso não é “louco”. Seu cérebro está funcionando com muito pouco ou com excesso de certos tipos específicos de energia. Meditadores e pessoas com alto desempenho em qualquer campo mostram certos padrões de atividade cerebral em comum. Em resumo, o cérebro é a base física da mente.

Muitos de nós usamos os termos mente e cérebro como sinônimos, mas aprendemos ao longo das últimas décadas: que talvez seja possível, como a psicologia prometeu desde Freud, mudar o cérebro a partir do trabalho com a mente; mas sem nenhuma dúvida é possível alterar a mente trabalhando o cérebro.

Infelizmente, para muitos de nós, essa revelação é tão útil quanto ouvir alguém nos dizendo que, ao regular nossos carros, podemos melhorar sua performance. Lamentavelmente, a compreensão de como o cérebro é importante para o nosso desempenho, acabou por reduzir nosso senso de capacidade de mudar a nós mesmos. Trata-se de “desequilíbrios químicos” ou de “predisposições genéticas”, é o que nos dizem. E quem ousaria mexer com o sistema mais complexo do universo?

Porém, durante todo este período de descobertas impressionantes sobre a importância do cérebro e como ele funciona, ocorreram várias revoluções silenciosas, que passaram desapercebidas para a maioria das pessoas, mas que abriram uma porta para a oportunidade de vislumbrarmos o verdadeiro poder que temos, ao invés de nos tornar mais impotentes.

O Poder para Mudar a Si Mesmo

O sistema metabólico de energia do corpo humano também é incrivelmente complexo: processos interligados transformam o que nós comemos e bebemos em energia, armazenam e queimam gordura e glicose, mantendo um peso corporal estável durante longos períodos de tempo. Através de um processo chamado de homeostase, esse sistema é capaz de aceitar um acesso de indulgência ou de restrição, sem sair do rumo. O cérebro funciona do mesmo jeito.

Embora nossos sistemas metabólicos sejam complexos e estáveis, nós sabemos QUE PODEMOS ALTERÁ-LOS! Se você muda de modo consistente o que entra (o que você come, quanto come, quando come e como come) ou o que sai (o quanto você se exercita, como se exercita e a duração do exercício), com o tempo você pode mudar para cima ou para baixo o seu padrão de massa corporal.

Nós temos o mesmo poder de mudar nossos cérebros! É um trabalho – e não mágica – mas você (e só você) pode fazer a sua vida se tornar realidade! Se você está pronto para o desafio, continue a leitu.

Share this post:

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail
Subscribe Now! Don't Miss
our next post

Leave a Reply

  • (will not be published)

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>